..

Escolas desocupadas por alunos retornam as aulas a partir de quinta-feira em Santa Helena

Escolas desocupadas por alunos retornam as aulas a partir de quinta-feira em Santa Helena

 

 

Da Redação/RGL

 

Após 15 dias de greve dos educadores, as aulas da rede estadual de ensino retornam nesta quinta-feira (03), em Santa Helena, porém somente nas escolas que estão desocupadas por alunos do movimento Ocupa Paraná. A decisão foi tomada ontem (31), em assembleia em Curitiba.

 

O debate que decidiu pela suspensão da greve foi intenso, se estendeu até o início da tarde e a grande maioria dos presentes decidiu que, tendo em vista a conclusão do ano letivo e a abertura da mesa de negociações, é hora de voltar às escolas. De acordo com a categoria, a greve foi uma denúncia da quebra de compromissos assegurados nas leis, Constituição e Lei da Data-base, foi, em toda sua duração, legítima, justa e digna do respeito do governo e da sociedade.

Durante a assembleia, o presidente da APP-Sindicato, professor Hermes Silva Leão, reforçou que a suspensão da greve não significa que o calendário de mobilizações contra a retirada de direitos dos educadores e estudantes se encerrou. Segundo a categoria, eles vão voltar as escolas, mas não irã baixar a cabeça e submeter a medidas autoritárias do governo em um estado democrático direito. O presidente da APp, ainda afirmou que o sindicato dos educadores comemora 70 anos e, em toda a história nunca foi intimidado com ameaças de governo, na tentativa de deslegitimar o movimento grevista e também o movimento dos estudantes que protagonizam a maior ocupação de escolas da história do Paraná.

Para as escolas que estão em suspensão, por ocupação ou greve, a seed, durante debate com a direção da APP-Sindicato, afirmou que cada comunidade escolar terá autonomia para deliberar sobre quando haverá a reposição.

A APP orienta ainda que os munícipios se organizem individualmente, levando em conta a realidade de cada escola, como por exemplo, avaliando a rotina de professores que têm aula em mais de uma escola e também a disponibilidade de negociação com o transporte escolar do município. Ontem (31), educadores de Santa Helena participaram da assembleia em Curitiba que deliberou a suspenção da greve.

Comentários
nenhum comentário
seja o primeiro a comentar esta matéria
Últimas Matérias

 
.