..

Vereadores de Santa Helena querem investigar denúncias de vazamento de informações

Vereadores de Santa Helena querem investigar denúncias de vazamento de informações

 

Da Redação

 

A Câmara de Vereadores de santa Helena realiza na noite de hoje (13) a 5ª Sessão ordinária do ano com quatro indicações em pauta.

 

A vereadora Gesila Bortolaci quer que a prefeitura adquira Espalhadores de Dejetos líquidos destinados as associações de pequenos produtores.

 

 Tânia Maffini sugere a alteração do tempo de licença maternidade de 120 dias para 180 dias.

 

Edson Wamms quer que seja concluída a construção da creche da Comunidade do Distrito de Vila Celeste.

 

Edson pede também a reforma nos banheiros do centro de informação da praça central.

 

Três projetos dão entrada na pauta nesta noite, os quais tratam de abertura de crédito adicional suplementar e ainda a instituição do Programa Investe Santa Helena – fase III.

 

Os vereadores votam ainda, em primeiro turno, dois pedidos de abertura de crédito adicional suplementar.

 

Destaque da sessão de hoje que deve ser tema de intenso debate entre os parlamentares é um requerimento assinado pelos vereadores Antônio Luis Schilikmann (Tonico), Tania Maffini, Gesila Bortolacci e Valdonir Weizenmann.

 

Os oposicionistas querem a abertura de Comissão Especial de Inquérito para apurar denúncias de vazamento de informações referentes as exigências contidas nos Editais de Processos Licitatórios nº 007/2017 e 008/2017.

 

Na sessão da semana passada os autores adiantaram que pretendiam apresentar tal requerimento.

 

O vereador Edson Wamms, um dos líderes do prefeito Airton Copatti na câmara, se manifestou favorável a aprovação do pedido.

 

Copatti já instaurou sindicância para apurar as denúncias.

 

A sessão tem início marcado para as 19 horas no auditório da Associação Comercial e Empresarial de Santa Helena.

Comentários
nenhum comentário
seja o primeiro a comentar esta matéria
Últimas Matérias

 
.