..

Quase 30% dos paranaenses já trocaram de operadora de telefonia

Quase 30% dos paranaenses já trocaram de operadora de telefonia

 

 

Da Redação/Bem Paraná

 

Desde que a possibilidade de troca de operadora de telefonia sem perda do número foi implementada, em 2008, mais de 2,8 milhões de migrações foram feitas no Paraná. Deste total, foram 1,21 milhão (42%) na telefonia fixa e 1,67 milhão (58%) na móvel. Somados, é como se quase 30% da população do Paraná tivesse realizado a migração uma vez no período. O Estado tem pouco mais de 11 milhões de habitantes

Os dados são da Associação Brasileira de Recursos em Telecomunicações (ABRTelecom), a Entidade Administradora da Portabilidade Numérica no Brasil. No País foram mais de 36 milhões de migrações no período.

O Paraná tinha, até fevereiro deste ano, cerca de 13 milhões de linhas de telefonia celular, com densidade acima de 120, ou seja, mais celulares que o tamanho da população. De telefonia fixa, eram 3,1 milhões de linhas residenciais.

No primeiro trimestre deste ano, já foram efetivadas 81,45 mil migrações no Estado, sendo 28,23 mil (35%) na telefonia fixa e 53,21 mil (65%) na móvel no Paraná. No Brasil, entre 1º de janeiro e 31 de março, 309,74 mil (26%) usuários de telefonia fixa trocaram de operadora, enquanto 898,58mil (74%) números de telefones móveis também permaneceram inalterados, apesar da troca da prestadora de serviços.


Para fazer a portabilidade numérica

- Informar o nome completo

- Conforme o regulamento da portabilidade numérica, entre os critérios que devem ser atendidos para que o usuário efetive sua migração estão

- Comprovar a titularidade da linha telefônica

- Informar o número do documento de identidade

- Informar o número do registro no cadastro do Ministério da Fazenda, no caso de pessoa jurídica

- Informar o endereço completo do assinante do serviço

- Informar o código de acesso

- Informar o nome da operadora de onde está saindo.

Comentários
nenhum comentário
seja o primeiro a comentar esta matéria
Últimas Matérias

 
.