..

Ações serão intensificadas em Santa Helena com o setor de Inteligência

Ações serão intensificadas em Santa Helena com o setor de Inteligência

 

Da Redação/RGL

 

As ações pelas buscas por criminosos envolvidos no mega assalto de 40 milhões de dólares ocorrido na madrugada de ontem em uma transportadora de valores em Ciudad del Este, estão sendo intensificadas em Santa Helena e região. Várias corporações policiais, inclusive o Departamento de Inteligência da Polícia Federal, estão atuando na região para localizar assaltantes que trocaram tiros com a Polícia Federal na tarde de ontem no Lago de Itaipu, na região de Lindamar, no interior do município de Itaipulândia.

Na madruga de hoje, por volta de 4 horas, assaltantes abandoaram em Moreninha, distrito de Santa Helena, uma Van e um Gol roubados, ambos com placa de Itaipulândia. Em seguida os criminosos renderam onze trabalhadores que descasavam em uma residência no distrito onde trabalham, os fizeram de refém e levaram outra Van, que foi recuperada na durante a manhâ de hoje em Sede Alvorada, no interior de Cascavel.

De acordo com as vítimas, aproximadamente 12 homens teriam chegado ao local fortemente armados e mandaram todos entrar no carro. Segundo a vítima, os ladrões chegaram a falar para ele ficar tranquilo, que nada ocorreria. Os bandidos abandonaram a van e deixaram alguns evadindo-se do local com outras vítimas. Conforme uma das vítimas, o carro parou em diversos locais para que alguns bandidos empreendessem fuga.

Um tiro teria sido disparado acidentalmente durante a situação com reféns na fuga dos bandidos. A marca pode ser constatada na base lateral da porta do veículo. Dentro do carro também foram abandonadas roupas que pertencem aos ladrões. Ninguém ficou ferido na ação.

Um dos bandidos que possivelmente esteve envolvido ao roubo de uma van em Santa Helena, quando 11 pessoas foram feitas reféns, foi detido na manhã de hoje pela Polícia Rodoviária Federal na BR 277, em um ônibus de linha que tinha como itinerário Itajaí (SC). O homem teria embarcado em Cascavel e estaria com documentos falsos.

O detido foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Federal. A participação dele no roubo do Paraguai e também no assalto com reféns registrado em Santa Helena passa a ser investigada pela PF. Outros bandidos estão escondidos na região de Cascavel, após terem abandonado o utilitário roubado em Santa Helena.

De acordo com a Polícia Federal (PF) parte dos suspeitos envolvidos no mega-assalto vinha usando uma mansão em Ciudad del Este, mesmo município da ação. A casa funcionava como base estratégica da quadrilha no país vizinhos. Segundo o delegado-chefe da PF em Foz do Iguaçu, Fabiano Bordignon, a Polícia Nacional localizou a residência que vinha sendo usada pela quadrilha ainda na tarde de ontem.

O secretário de Segurança Pública do Paraná, Wagner Mesquita, comentou que mais de 300 policiais militares e cerca de 100 policiais civis, além de dois helicópteros, estão integrados à ação conjunta organizada por tempo indeterminado para a prisão dos assaltantes.

O ministrto do Interior do Paraguai, Lorenzo Lezcano, informou que houve mudanças em cargos de chefia da Polícia Nacional por conta de "má administração de informações por parte destes responsáveis".

Durante a coletiva de imprensa realizada na delegacia da PF em Foz do Iguaçu, o balanço divulgado mais cedo foi atualizado. Até as 11 horas de hoje, nove suspeitos haviam sido presos. Dois deles ficaram feridos em um tiroteio na tarde de segunda em Itaipulândia. Outros três suspeitos foram mortos no mesmo tiroteio.

De acordo com a polícia, esses homens estão entre os cerca de 50 que participaram do assalto a uma transportadora de valores durante a madrugada de segunda. Além disso, a PF diz ter apreendido sete veículos (entre eles, um carro de polícia), dois barcos, cinco fuzis, uma metralhadora, explosivos, malotes vazios e um com dinheiro que está sendo contabilizado, além de munição de grosso calibre. Bordignon disse que o valor será informado até o fim da tarde.

Inicialmente a Polícia Nacional informou que o grupo havia roubado cerca de US$ 40 milhões e mais tarde disse não ser possível saber o montante exato levado.

Por causa do assalto, as polícias reforçaram a segurança na região da fronteira. As investigações estão sendo coordenadas diretamente de um comitê de gestão de crise montado na delegacia da PF, em Foz do Iguaçu.

Em nota, o presiente Michel Temer determinou ao ministro da Justiça, Osmar Serraglio, que coloque a Polícia Federal à disposição das autoridades paraguaias para colaborar com as investigações dos fatos ocorridos na cidade paraguaia.

Segundo a Polícia Nacional do Paraguai, os ladrões fortemente armados invadiram a sede da transportadora de valores Prosegur. Eles explodiram a entrada da empresa e trocaram tiros com vigilantes. A ação durou aproximadamente três horas e eles fugiram com dinheiro. Um policial paraguaio que estava em um carro foi morto pelos bandidos. A sede da empresa fica a 4 quilômetros da Ponte Internacional da Amizade, no oeste do Paraná.

Em Santa Helena as ações estão sendo intensificadas com o reforço de policias de toda a região. As aulas da rede municipal de ensino, assim como o transporte escolar, foram suspensos até o término da operação policial. De acordo com o comandante do 4º Pelotão da Polícia Militar de Santa Helena, tenente Leonardo Franco de Oliveira, enquanto houver indícios de que a criminosos na região, os policiais estarão atentos para desenvolver as ações.

 

Comentários
nenhum comentário
seja o primeiro a comentar esta matéria
Últimas Matérias

 
.