..

Encontros e Caminhos CAB será lançado dia 05 de setembro com,objetivos em SH

Encontros e Caminhos CAB será lançado dia 05 de setembro com,objetivos em SH

 

Da Redação/RGL

 

Realizado em 2014, o Encontros e Caminhos CAB (Cultivando Água Boa), volta a ser trabalhado na região Oeste do Paraná com os 29 municípios da Bacia do Paraná 3 (BP3). A proposta principal é o desenvolvimento de 10 ações práticas para a sustentabilidade ambiental. A difusão de tarefas e informações a respeito do projeto já foi executada. Dia 05 de setembro haverá o lançamento do Programa, simultaneamente, em todos os municípios da BP3.

A ação, Divisores que Unem, deve contar com o enlace simbólico da região em um mesmo objetivo. O encontro ocorrerá nos pontos limítrofes de cada município, simultaneamente, com o apertar de mãos, uma corrente positiva que marcará o início do projeto. Balões biodegradáveis, com sementes nativas, serão soltos nos diferentes pontos de interseção.

Em Santa Helena o ponto de reunião será no campo da Linha IBC, com a presença de comitivas de Missal, Diamante do Oeste e Ramilândia, segundo cronograma da Itaipu Binacional.

Serão 58 pontos de encontro com o envolvimento de aproximadamente 4 mil 650 pessoas. A ação contará com o plantio de 1 mil 160 mudas de árvores, além de outras atividades correlacionadas, segundo o assessor especial da diretoria de coordenação de Itaipu, Sérgio Oliveira.

 

A organização do ‘Encontros e Caminhos CAB’ é feita em conjunto pelo Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu, e Itaipu Binacional. Nesta edição o projeto inicia em setembro de 2017 e se estender novembro, quando será promovida uma grande gincana com a apresentação das ações cumpridas em todos os municípios. São, pelo menos, 10 quesitos propostos.

Expedição, vídeos e recuperação de nascentes estão entre as propostas apresentadas aos gestores ambientais dos municípios. A presidente do Conselho dos Lindeiros, Cleci Rambo Loffi, frisa que, as atividades são parte de um conjunto de ações que almejam promover a sustentabilidade ambiental.

Os municípios envolvidos contam com uma contrapartida de aproximadamente 20 mil reais para suporte ao cumprimento das atividades propostas.

O assistente de Coordenação da Itaipu, Gilmar Secco, ressalta o trabalho que está sendo desenvolvido na região Oeste, dentro da área da BP3, por intermédio do Encontros e Caminhos CAB.

 

Comentários
nenhum comentário
seja o primeiro a comentar esta matéria
Últimas Matérias

 
.