..

Com previsão de temporal, saiba o que fazer em caso de granizo e inundação

Com previsão de temporal, saiba o que fazer em caso de granizo e inundação

 

Da Redação/Assesoria

 

Após dias de sol e calor, a previsão do Simepar é de que vai voltar a chover forte no Paraná nesta sexta-feira (17) e no fim de semana. Pensando nos riscos que os fenômenos naturais podem causar, a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil do Paraná divulgou diversas orientações de como proceder em casos de desastres naturais. O guia completo está disponível no site da Defesa Civil.

Veja as dicas:

Granizo

Em situações de chuva de granizo, a orientação é permanecer abrigado até que o fenômeno termine. Se houver trovoadas, esse abrigo deve ser afastado de estruturas metálicas. Após a chuva, é necessário tomar cuidado ao se deslocar porque o granizo deixa o piso escorregadio, e jamais permita que alguém suba em telhados molhados, pois há risco de queda. Se notar que o telhado pode desabar, saia do local imediatamente e comunique a situação às autoridades.

Quem estiver de carro deve estacionar o veículo em um espaço seguro - afastado de torres de transmissão e placas de propagandas - e esperar a chuva de granizo passar. Se houver algum papelão no carro, ele pode ser usado para forrar o para-brisa por dentro Isso evitará que, em caso de quebra, os cacos machuquem os ocupantes.
Vendaval

Em caso de vendaval, o órgão explica que é necessário permanecer abrigado. No entanto, se deve evitar o abrigo em árvores, coberturas metálicas frágeis que possam cair e causar ferimentos, torres de transmissão ou placas de propaganda.

Se estiver de carro, a orientação é diminuir a velocidade e estacionar o veículo em local seguro. “E sempre revise a resistência de sua casa, principalmente o madeiramento de apoio do telhado e a amarração”, pontua a Defesa Civil.
Inundação

No caso de inundações, a vítima deve evitar contato com a água da inundação para não se contaminar ou se machucar com galhos, escombros e picada de animais. Além disso, é importante permanecer afastado de postes e linhas de transmissão caídas porque a eletricidade é transmitida facilmente pelas áreas alagadas e o risco de choque elétrico aumenta.

Também é necessário ficar atento às paredes da residência em busca de infiltrações ou rachaduras, e estar pronto para abandonar o local em caso de emergência. Caso fique “ilhado”, sem condições de sair,acione o Corpo de Bombeiros pelo 193 ou a Defesa Civil pelo 199.
Deslizamento

Quem mora em locais suscetíveis a deslizamentos deve estar atento aos boletins meteorológicos e sempre monitorar a área para perceber qualquer movimentação de terra ou indícios como postes ou árvores inclinadas, e cicatrizes no terreno. Também é importante planejar a melhor rota de fuga e definir um ponto de encontro.

Em uma situação de emergência, todos os moradores devem se dirigir para o local definido previamente ou para o abrigo mais próximo e verificar se não há risco de outros deslizamentos ali. Durante a fuga, leve somente o essencial e ligue assim que possível para a Defesa Civil. O telefone é o 199.
Alerta por SMS

Para alertar a população a respeito da iminência de desastres, a Defesa Civil também está enviando alertas por mensagens de texto (SMS). A ação começou dia 16 de outubro e atende todos os 399 municípios paranaenses.

Para receber as mensagens, o usuário precisa se cadastrar enviando um SMS para o número 40199 com o CEP de sua residência ou de outros locais de seu interesse. O serviço é gratuito e o usuário pode cadastrar quantos endereços desejar.

Comentários
nenhum comentário
seja o primeiro a comentar esta matéria
Últimas Matérias

 
.