..

Vendas no comércio paranaense crescem no 1º trimestre

Vendas no comércio paranaense crescem no 1º trimestre

 

 

Da Redação/Massa News

 

As vendas do comércio varejista paranaense tiveram alta de 16,41% em março na comparação com fevereiro, segundo dados da Pesquisa Conjuntural da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR). Além de ter mais dias úteis do que o mês anterior, o faturamento de vários ramos do comércio foi expressivo, tais como farmácias (24,74%), móveis, decorações e utilidades domésticas (20,82%), supermercados (19,54%), calçados (19,42%) e autopeças (17,45%).

Ante março de 2017, o varejo registrou crescimento de 3,42%. No trimestre, acumula aumento de 4,31%, principalmente entre as concessionárias de veículos (29,13%) e lojas de departamentos (17,01%). Esta é a segunda alta trimestral, agora em um ritmo mais acentuado do que no último trimestre de 2017, quando a tímida elevação de 0,54% interrompeu a sequência de quedas nas vendas.

Análise regional

Na análise regional, as regiões agrícolas se sobressaíram, em função da safra de verão do barateamento do crédito em um ambiente de inflação baixa. No Oeste, que compreende os municípios de Cascavel, Toledo, Marechal Cândido Rondon e Foz do Iguaçu, as vendas do comércio varejista cresceram 21,27% em março ante fevereiro e foram 18,41% superiores ao mesmo mês de 2017. No acumulado de janeiro a março, a região apresenta elevação de 18,36%, a maior do Paraná.

Ponta Grossa também se destacou no período analisado, com variação mensal de 18,71%. Na análise interanual (março/2018 sobre março/2017), o comércio da região teve vendas 5,63% maiores e acumula crescimento de 2,8% no trimestre.

Curitiba e Região Metropolitana teve incremento de 17,04% nas vendas de março sobre as de fevereiro, seguida por Londrina (13,55%), Maringá (12,84%) e Sudoeste (3,59%). No acumulado do ano, a Capital mostra expansão de 0,45%; Londrina de 4,76%; Maringá, 3,17% e o Sudoeste, de 2,49%.

Funcionários e folha de pagamento

O número de funcionários do varejo ampliou 1,08% de fevereiro para março, mas apresentou leve redução de 0,26% neste primeiro trimestre. Os setores que mais contratam no mês em análise foram móveis, decorações e utilidades domésticas (5,83%), farmácias (4,55%) e supermercados (2,34%). A região Oeste puxou a criação de empregos no Estado, apresentando aumento de 3,56% nos postos de trabalho, seguido por Curitiba e RM, com alta de 1,3% e Londrina, com 0,86%.

Os salários dos trabalhadores do varejo registram aumento de 4,71% em março ante fevereiro, com destaque para Maringá, com 15,21% e a região Oeste, com 7,55%. No acumulado de janeiro a março, a folha de pagamento do comércio apresenta elevação de 5,04%.

Formação de estoques

Confiando no bom faturamento, os lojistas estão ampliando seus estoques. Em março, as compras de mercadorias foram 20,14% superiores a fevereiro. No trimestre, as compras do varejo foram 3,17% maiores do que no mesmo período do ano passado.

Comentários
nenhum comentário
seja o primeiro a comentar esta matéria
Últimas Matérias

 
.